sábado, 10 de agosto de 2013

dois corpos. duas almas.

Pinterest. Lourdes Valle Ruiz

começamos como um só corpo, protegido em meu ventre você crescia.
sentindo a vida no meu útero, eu crescia.

aprendi a fluir com as águas assim que meu fluxo de sangue parou. 
conheci um ciclo novo e por nove luas estive acompanhada de você sob minha pele.

junto com a barriga, crescemos.
por dentro e por fora.

até que a onda veio. dançamos juntos em cada contração.
me dividi, me parti, nos separamos. E você veio. 
PAIXÃO. Como será que foi pra você?

corpos já separados, mas alma ainda é uma.
sou você, você sou eu. minha alma ainda gesta a sua.
emoções compartilhadas.

outra dança iniciada, dançamos junto e separados. 
num rodopio nos afastamos e então reencontramos.
um dois três quatro.

vou me dividindo, separando.
dando espaço pra que a sua alma pequenina nasça e cresça da minha.

dói. arde. é difícil parir alma.
mas juntos vamos nos separando e logo mais seremos dois.
cada qual com sua alma, seu corpo e sua vida.

muito de você fica em mim. de mim muito você leva. 
e numa dança solitária você irá apagar o eu para poder nascer o seu.

te amo, filho meu. dói não ter mais sua alma em mim nem a minha em você.

2 comentários:

Mamãe Nádia disse...

Oi amiga, preciso da sua ajuda lá no meu blog!
Estou fazendo algumas reformas no blog, algumas mudanças, e preciso muito da opinião dos meus queridos leitores.
Quero voltar a me dedicar mais à vida de blogueira, mas ainda não decidi que rumo seguir...por isso conto com a tua ajuda!
Por favor, passa lá no post de hoje e deixe a sua opinião.
Beijos!

www.asosmamaenadia.com

Camila disse...

Que lindo Rô!